terça-feira, 30 de janeiro de 2018

Airshuttle lança aplicativo para
contratação de voos executivos
Empresa oferece mais de 100 jatos e helicópteros vistoriados e habilitados

A Airshuttle lança aplicativo pioneiro para reserva de voos executivos. A empresa conta com mais de 100 aeronaves cadastradas no sistema, todas vistoriadas por ela e operadas por táxis-aéreos homologados pela ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil).

A empresa oferece os serviços em todo território brasileiro, e o cliente pode acessar a área de reserva pelo site da empresa (www.airshuttle.com.br) ou baixar o aplicativo no Google Play e em breve também na Apple Store.

“Contamos com aviões mono e bimotores, a jato, turbo-hélices e com motores convencionais. A companhia também dispõe de reservas para helicópteros mono e biturbina, com fornecedores em São Paulo, Rio de Janeiro, Salvador, Goiânia, Belo horizonte, Cuiabá, Curitiba e Porto Alegre. Nossa missão é oferecer o melhor para nossos clientes, da maneira mais inteligente”, ressalta Shailon Ian, presidente da Airshuttle e engenheiro aeronáutico formado pelo ITA (Instituto Tecnológico de Aeronáutica). 

A companhia oferecerá ainda voos compartilhados entre São Paulo e capitais como Rio de Janeiro, Brasília, Belo Horizonte e Curitiba, além da oferta dos serviços para o litoral de São Paulo (Ilhabela, São Sebastião, entre outras localidades) e Rio de Janeiro (Angra dos Reis e outras cidades). “Temos ainda ofertas entre Salvador e Morro de São Paulo, além de voos panorâmicos”, explica Shailon Ian.

Todas as aeronaves são vistoriadas e aprovadas pela companhia antes de poder ter seus voos ofertados. O engenheiro esclarece que os voos e horários não são fixos e são definidos pelo cliente que faz a primeira reserva. Este cliente pode então compartilhar seu voo, gerando as ofertas no site e nos aplicativos. “A reserva de um novo voo não listado deve ser feita com o mínimo de 48h de antecedência. A confirmação se dá 24h antes do voo. A partir desse momento, qualquer cancelamento é passível de multas, dependendo das regras de cada operador”.  

Após a solicitação do voo, o cliente será contatado por um profissional da Airshuttle, que detalhará a demanda. Nesse momento oferecerá a opção de compartilhamento, trazendo maior economia na viagem.

Outra opção são os voos de aproveitamento, as "empty legs". Nesse caso os assentos são oferecidos a preços bastante competitivos como ocorreu recente de um voo entre Belo horizonte e São Paulo em um helicóptero bimotor com o assento oferecido a R$ 500,00. "Nestes casos os preços são muito competitivos e o cliente pode otimizar seu tempo, chegando 20 minutos antes do voo e não 1h como tem sido comum nas grandes cidades", reforça o engenheiro.  “O cliente pode ainda solicitar um voo para qualquer localidade do Brasil ou do exterior por meio do formulário no aplicativo ou no site”, afirma Shailon Ian.

Sobre a Airshuttle
A companhia nasceu para otimizar o tempo dos seus clientes em seus deslocamentos, seja a lazer ou a negócios, para os principais aeroportos do Brasil. Todas as aeronaves são autorizadas para a operação e são operadas por empresas homologadas pela ANAC e vistoriadas pela Vinci Aeronáutica.

GRU Airport confirma posição de melhor aeroporto do País na categoria ‘acima de 15 milhões de passageiros’
Relatório da Secretaria Nacional de Aviação Civil (SAC) é  referente ao quarto trimestre de 2017.
Guarulhos, janeiro de 2018 – O GRU Airport – Aeroporto Internacional de São Paulo – foi apontado como o melhor aeroporto do Brasil na categoria “acima de 15 milhões de passageiros por ano”, de acordo com Relatório de Desempenho Operacional dos Aeroportos, realizado pela Secretaria Nacional de Aviação Civil (SAC) - pesquisa referente ao quarto trimestre de 2017.

Em uma escala de 1 a 5, o GRU Airport ficou com a nota de 4,43, com base em 37 indicadores que medem qual o real nível de satisfação dos passageiros. Esses itens apontam desde a qualidade nas informações dos painéis até mesmo pela oferta de estrutura comercial para os usuários, passando por outros quesitos como tempo de fila em check in, cordialidade dos funcionários entre outros. “O primeiro lugar na categoria dos grandes aeroportos é o resultado de um planejamento que vem sendo feito desde o início da concessão, em 2013, para transformar o GRU Airport em um dos mais importantes aeroportos do mundo. Sempre tem o que melhorar, mas é uma demonstração de que o Aeroporto está no caminho certo”, afirma o presidente do GRU Airport, Gustavo Figueiredo.

Ao longo dos últimos cinco anos, uma série de melhorias foi feita para garantir maior conforto e agilidade no embarque e desembarque dos usuários. Neste ponto, destacam-se as melhorias na construção do Terminal de Passageiros 3 e o projeto de modernização do Terminal 2, que acrescentou 23 mil m² de área operacional (check-in, raio-X, controle de passaporte, restituição de bagagem) e ampliação das opções de varejo, partindo de 100 lojas em 2013 para mais de 270 operações, em 2017.

Maior eficiência - Em termos operacionais, o GRU Airport investiu em tecnologias que melhoraram ainda mais sua eficiência. É o caso, por exemplo, do Sistema Automatizado de Distribuição de Bagagens (BHS - Baggage Handling System). Com 5 Km de esteiras, o sistema conta com controle informatizado que permite rastrear e localizar as malas em tempo real.

Outro exemplo é o Sistema de Pousos por Instrumentos Categoria III (CAT III), que, em casos de teto e visibilidade alterados, possibilita a menor restrição de aeronaves, diminuindo, assim, a necessidade de alternar voos para outras localidades.

Para alocar com mais agilidade os recursos para embarque e desembarque de passageiros, o GRU Airport conta com o Sistema de Gerenciamento do Aeroporto (AMS). Trata-se da principal ferramenta do Centro de Controle Operacional (CCO), que ajuda a coordenar todas as operações de chegadas e partidas que acontecem no GRU Airport, desde posições de estacionamento das aeronaves, portões de embarque, esteiras de bagagens e fluxo de filas. O AMS e o CCO permitiram a implantação do sistema de gestão compartilhada. Com a instalação do A-CDM (Airport Colaborative Decision Making), as decisões mais importantes são tomadas em conjunto, com a participação de todos os agentes que atuam no aeroporto. O GRU Airport foi o primeiro aeródromo do Brasil a adotar o A-CDM como ferramenta operacional.

Os maiores do Mundo – Como parte da melhoria operacional, o GRU Airport recebe, diariamente, os dois maiores aviões de passageiros do mundo. O A380, da Emirates, e o Boeing 747-800, da Lufthansa, pousam e decolam todos os dias pelo GRU Airport, levando, em média, cada um, cerca de 500 passageiros para Dubai e Frankfurt, respectivamente.

Sobre o A380, especificamente, o GRU Airport é o primeiro aeroporto do País a receber operações diárias da maior aeronave de passageiros do mundo. Para esta operação, a Concessionária realizou uma série de investimentos no sistema de pistas. O circuito foi adequado com o objetivo de garantir a segurança da aeronave, sendo alargadas as pistas de pouso/decolagem e taxiamento.

Futuro - A meta agora é iniciar o novo ciclo de obras para atingir, no final da concessão em 2032, a capacidade para receber mais de 60 milhões de passageiros por ano e melhorar, cada vez, a percepção dos usuários e passageiros. Para chegar neste patamar, a Concessionária planeja algumas obras em diversos setores do aeroporto, com destaque para um novo pátio de aeronaves, com planejamento para 2019, o novo Pier no Terminal 3, para 2021. Além disso, existem projetos para outros novos pátios até o final da concessão.

Sobre a Concessionária
O GRU Airport – Aeroporto Internacional de São Paulo é o maior complexo aeroportuário da América do Sul, com movimentação média de 100 mil passageiros e cerca de 700 operações de pousos e decolagens, todos os dias. Em 2016, 36,6 milhões de pessoas embarcaram ou desembarcaram pelo aeroporto pelas quase 270 mil partidas e chegadas realizadas ao longo do ano.  É o principal polo de distribuição de voos do país com 49 destinos internacionais e 46 domésticos atendidos por 41 empresas aéreas. O GRU Airport é também a mais importante porta de entrada e saída de cargas aeroportuárias do Brasil. O aeroporto movimenta 41% das exportações e importações por via aérea no país, um volume superior a 1 mil toneladas de mercadorias manuseadas diariamente. Os armazéns de cargas estão localizados próximos às principais rodovias do Estado de São Paulo, o que facilita a conexão rodoviária com litoral e interior.

Motéis, conheça os favoritos e mais votados em todo Brasil. Por guia especializado!

Com base na opinião de 60 mil usuários, o Guia de Motéis elencou os motéis prediletos do país

O que faz de um motel ser favorito na visão dos clientes? Esta é uma pergunta difícil de responder, mas com base em um grande levantamento feito pelo Guia de Motéis, portal especializado e principal vitrine do segmento moteleiro, foi possível obter uma lista de preferência de 60 mil usuários nas categorias Favoritos, Motel dos Sonhos, Decoração, Custo-Benefício, Limpeza, Atendimento e Gastronomia.

Essas informações deram origem a 1ª edição do Prêmio Guia de Motéis 2017/2018, um verdadeiro oscar do setor. Entre os cinco mil estabelecimentos instalados no país, 10 motéis tiveram destaque na opinião dos usuários, em cada categoria. As regiões analisadas foram São Paulo capital, interior e litoral, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Paraná, Pernambuco, Ceará, Distrito Federal, Espírito Santo, Goiânia, Salvador e Rio Grande do Sul.      

Todos os empreendimentos receberão o Prêmio Guia de Motéis 2017/2018. Para mais informações, acesse: www.guiademoteis.com.br/premio.

O levantamento

O sistema de informações do Guia de Motéis é um banco de dados no qual são armazenadas as informações sobre milhares de motéis de todo o Brasil, juntamente com as preferências de mais de três milhões de usuários cadastrados, que utilizam o site diariamente em busca de opções de hospedagem.

Foi por meio deste sistema que foi possível gerar e estabelecer referências importantes e atualizadas ao mercado moteleiro, como o Índice Nacional dos Preços da Motelaria. Os dados armazenados contribuíram com outra novidade: o Prêmio Guia de Motéis.

O prêmio, que estreia sua primeira edição e ocorrerá bienalmente, tem como objetivo tornar públicas as tendências populares entre os usuários cadastrados no site.

O levantamento resultou na criação de 35 rankings de preferências populares. “Percebemos que tínhamos informações muito valiosas em nosso sistema e que elas poderiam representar uma tendência entre os usuários. Foi assim que surgiu a ideia de criar o prêmio”, comenta Roberto Discher, diretor executivo do Guia de Motéis.  

Confira a lista dos indicados pelos usuários e as categorias:

São Paulo


Motel dos Sonhos: AcasoAdventureAppleAstúriasClasse AConfidenceFaraósHarmonyLush e Zapt.


Custo-Benefício: CensivClasse AFashion SPHarmonyMy Flowers,ParaisoPointPrestigeStyle e Zapt.


Atendimento: AdventureAppleBelleCensivClasse AGolfHarmonyLushPoint Swing.

Gastronomia: AdventureAppleBelleCaribeClasse AGolfHarmonyLushPoint Vitara.

Campinas e Região:


São Paulo – Litoral:


Rio de Janeiro:


Motel dos Sonhos: CaríciaCorintoFreeMar Del PlataMiranteOklahomaPandaSheltonSparta e Vip’s.






Belo Horizonte:




Custo-Benefício: ÁlibiBatonCavalo BrancoDallasDel ReyDubaiGreen ParkSnobSunny Day e Trevo.



Paraná:





Pernambuco:




Ceará:


Distrito Federal:


Espírito Santo:   

Favoritos: BabyCaribeDunasFlyHaitiHarusLas VegasPopStatus e Yes.

Goiás:


Salvador:


Rio Grande do Sul:


Sobre o Guia de Motéis
Há 19 anos o Guia de Motéis é a principal vitrine do segmento, que promove e divulga motéis em todo território nacional. São cerca de 3500 motéis cadastrados, com informações atualizadas diariamente e acessadas por cerca de 1.000.000 de pessoas todos os meses. No portal, também disponível em aplicativos para Ios e Android - o usuário pode conhecer as suítes através de fotos ou vídeos das suítes, ter acesso a mapas interativos, e conquistar cupons de descontos. Saiba mais em www.guiademoteis.com.br.